About Me

Minha foto
Amarylis*-*
19 anos, viciada em musica e leitura (YA Books), não suporta maus tratos com livros e com animais, adora o cheiro de livraria, uma Bookwarm assumida ... é essa sou eu 'hihi
Visualizar meu perfil completo

Readers

Like us!!

Receba Nossas Novidades!!

Follow Us...

Ocorreu um erro neste gadget

What I'm Reading!

Book Tour's

Book Tour's

Parceiros ; D

Parceiros ; D

Link Me...

Visitors

quarta-feira, fevereiro 22, 2012

Como (quase) Namorei Rob Pattz - Carol Sabar


Título.: Como (quase) Namorei Robert Pattinson

Autora.: Carol Sabar

Editora.: Jangada

Nº de paginas.: 464



"Quando abro os olhos, ali estou eu. Deitada de bruços na areia da praia. E Robert Pattinson está passando óleo bronzeador nas minhas pernas". Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs do Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente. O que ela não esperava era conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood. Uma história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, para você chorar de rir!"


O que você acha de conhecer uma menina igual a você, fã de Crepúsculo, que faria de tudo pela saga, pois é um sonho; principalmente se você der de cara com o "diário" dela por ai. Esse livro é fantástico, poi é um dos poucos/raros que mostram o que uma fã é capaz de fazer e ele é magico pois é de fã para fã e nos faz se identificar com a personagem em pensamentos, costumes, tudo!! 

A estória é narrada pela personagem Duda, que faz jornalismo no Rio, é uma crepuscólica de carteirinha e é louca, viciada, fanática pelo Robert Pattinson, ela, a irmã e duas amigas vão passar 6 meses em NY para melhorar o inglês. Só o que Duda não esperava era chegar chegar em sua casa alugada em NY e se deparar com o seu vizinho Rob....Miguel Defilippo.

Duda passa por grandes apuros na Grande Maçã enquanto tenta esconder que seu vicio não desaparecera, e tem que lidar com um pequeno problema: seus amados livros estão trancados em um cofre no quarto da casa e ela não tem a mínima ideia da senha!! O que é uma boa desculpa para conversar com o gato do seu vizinho e dono do apartamento que aluga.

O livro é perfeito em todos os sentidos, diagramação, capa e o conteúdo é muito bem escrito com bastante detalhes que nos fazem rir, reviravoltas impressionantes e aventuras na cidade que nunca dorme, Carol Sabar mostra que podemos ter um amor por nossos livros ...mas infelizmente temos que amadurecer e perceber que nem tudo na nossa vida é um conto de fadas!! Pegue carona com a Duda para Nova Iorque e conheça um livro que vai parecer ser escrito para você Crepucólica/Crepúsculomaniaca 

Obs.: Mesmo quem não leu a saga, não se preocupe pode ler o livro sem problemas, pois é escrito de uma forma que só tem uma base na saga, a estória é totalmente diferente!!         
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                           
- Help! Help! -Bendita musica dos beatles- Help! I need somebody- Ah, Deus que merda foi essa que eu acabei de dizer?


2 comentários:

Diana santana disse...

estou lendo esse livro, e estou amando. A Carol sabar é uma escritora maravilhosa.
o livro tem cada situação, é muito divertido, dou altas risadas com a Duda. vale á pena ler

Anônimo disse...

Adoreiii!! Deve ser muito divertida a história.. E olha que eu nem tenho mais idade pra isso! Rs